Renovação no Congresso Nacional deve fortalecer representatividade do agro brasileiro

Reeleição alcança 45% do núcleo duro da Frente Parlamentar da Agropecuária, e novos eleitos trazem “visão pró-mercado”

As eleições do último domingo foram marcadas por um forte cenário de renovação política, o que representará uma nova dinâmica no Congresso Nacional, na avaliação da Sociedade Rural Brasileira (SRB).

Segundo levantamento realizado pela entidade, a renovação influenciou a composição da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), que teve 38% dos deputados reeleitos. O documento da SRB destaca que, no chamado “núcleo duro da FPA”, que reúne os deputados mais ativos em do setor, a reeleição abrangeu 45% das candidaturas.

Apesar da renovação, avalia a SRB, percebe-se um crescimento expressivo de Deputados e Senadores eleitos com uma visão pró-mercado, vindos de partidos que se posicionam no espectro centro-direita e direita, que, inicialmente, “são alinhados com demandas e anseios do setor agropecuário”. Para a entidade, essa tendência deve contribuir com o fortalecimento, além da ampliação da representatividade do agro brasileiro no Congresso Nacional.

 

Você pode gostar...